fbpx
  • Home
  • /
  • Marketing Imobiliário: Estratégias para trabalhar o Funil de Marketing

Marketing Imobiliário: Estratégias para trabalhar o Funil de Marketing

A pandemia causada pelo coronavírus fez com que as pessoas repensassem seu estilo de vida. Muitas empresas tiveram que se adaptar também ao novo cenário e desenvolver estratégias para continuar oferecendo serviços e produtos para os seus clientes de uma forma virtual. A primeira consequência da pandemia foi o isolamento social e a adaptação ao regime de trabalho no estilo home office.

Mas já parou para pensar em todas as novas formas de convívio que cada um de nós precisou se adaptar? Com a possibilidade do trabalho remoto, cada vez mais pessoas estão preferindo viver longe dos centros urbanos e morar em lugares mais afastados.

 

Comportamento do setor dentro do digital:

Como o Marketing Imobiliário pode se beneficiar com isso?

Primeiro, vamos falar sobre o funil de vendas. Ele representa as mudanças de sedimentos dos consumidores, que começam desde a curiosidade por um produto ou serviço, até o desejo de compra.

Fonte: Unsplash

 

 

  1. Este funil é composto por quatro fases. São elas:
  2. Atração de visitantes (consciência);
  3. Conversão de leads (interesse);
  4. Relacionamento com os leads (consideração);
  5. Vendas/Clientes (decisão).

Estratégias para o Marketing Imobiliário

A seguir, preparamos para vocês algumas estratégias para trabalhar o funil de vendas no Marketing Imobiliário. 

Vamos lá?

Em primeiro lugar, qualifique e gere Leads:

Oferte para o fundo de funil, que é aquele público mais próximo de concluir uma venda. Sabemos que o consumidor compra com quem confia e essa relação de confiança para um investimento imobiliário depende de diversas etapas e demandas.

A difusão do meio digital neste mercado facilita a superação de um grande desafio histórico: a geração de leads, da base de contatos. O indivíduo com intenção de compra anseia por mais informações sobre seu futuro imóvel. Acessar o Google, buscar pelo que lhe interessa, deixar seus contatos e se tornar um lead já não é um problema. O desafio do Marketing Digital está em acertar nas iniciativas que ajudem o lead a caminhar em sua jornada e que as taxas de conversão superem as expectativas necessárias para que o fechamento seja mais previsível.

Assim, as ofertas diretas contribuem para a geração de Leads mais qualificados.

 

Em seguida, seguimente Leads:

No mercado imobiliário, os produtos possuem alto valor agregado. Assim, o consumidor costuma demandar de uma longa jornada de compra antes de decidir pela compra do imóvel, principalmente quando o produto é destinado à família.

Um exemplo é a pesquisa do Creci-SP, que traça o perfil atual do mercado imobiliário, e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, que realizou um levantamento entre agosto e novembro de 2021 e constatou que o financiamento é a categoria mais utilizada pelos consumidores.

Mais um exemplo que está ganhando destaque dentro do ramo imobiliário é a procura por serviços on-line, com adesão por grande parte dos investidores. Segundo a pesquisa realizada pelo portal Imovelweb, pelo menos 30% dos entrevistados fecharam contratos on-line, sem ter visitado pessoalmente o local que seria alugado ou comprado. Tal fenômeno é possível por conta das plataformas estarem se adaptando cada vez mais ao formato digital.

Outro grande destaque diz respeito às locações mais escolhidas atualmente: os consumidores estão preferindo adquirir espaços maiores, como casas, ao contrário de apartamentos, por isso há uma quantidade muito menor de apartamentos disponíveis se comparada com a de casas. Sabemos que o imóvel não é somente um patrimônio, e sim um investimento totalmente relacionado ao estilo de vida do indivíduo. Existem também diversas variáveis que influenciam a venda, que vão desde o trabalho do corretor até a aprovação de financiamento em banco, e muitos outros fatores. 

Segundo os dados da 4ª rodada da “Pesquisa da Influência do Coronavírus no Mercado Imobiliário Brasileiro” realizada pela DataZAP+, área de inteligência imobiliária do ZAP+, 62% dos entrevistados apontaram como relevante um imóvel com ambientes bem divididos, enquanto 45% ressaltam que era importante ou muito importante residir em uma casa. Esse desejo de mudança impulsionou os mercados de locação e compra e de reforma também.

Então, uma sugestão para você fazer a segmentação ideal de seu público seria:

  • Invista em uma plataforma de automação de marketing;
  • Outra dica para otimizar o processo de venda invista em um software de CRM, que integram com a plataforma de automação de marketing.  

A Agência R8 é parceira do RD Station. Então, venha aprender a criar campanhas, nutrir leads, gerar oportunidades comerciais qualificadas e alcançar mais resultados para a sua empresa.

 

Fonte: Unsplash

 

 

Após essa etapa, crie conteúdos específicos para o seu público:

Sugerimos alguns conteúdos para vocês, como:

  1. Guia digital de bairros da cidade, destacando os melhores pontos disponíveis e as vantagens de cada localidade;
  2. Coloque links com os imóveis disponíveis para compra ou aluguel próximos a escolas, supermercados, pontos de ônibus e muito mais. Entenda o seu público-alvo, e assim você conseguirá criar links e guias cada vez mais específicos e direcionados para cada um deles;
  3. Aplique o marketing digital diretamente ao setor imobiliário. Assim, é possível saber quantos usuários frequentam suas páginas e quais os assuntos mais clicados.

O mercado imobiliário ainda está crescendo e se adaptando cada vez mais à nova realidade da internet. Por isso, aprofunde-se no Marketing Digital para imobiliárias e não perca esta chance de crescer no Mercado Imobiliário.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e acompanhe nosso Blog para mais dicas!